ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

Com apenas 19 anos de idade, após prestar o serviço militar, o jovem José Pimentel se muda para o Ceará, e em seguida, aos 20 anos, é aprovado em concurso público nacional do Banco do Brasil e passa a trabalhar na cidade de Russas.

Já em Fortaleza, foi aprovado para os cursos de Direito e Matemática da Universidade Federal do Ceará (UFC). No entanto, optou pelo curso de Direito. Durante esse período, Pimentel teve seu primeiro encontro com a política ao integrar o Movimento contra a Carestia que, em 1978, recolheu cerca de 1,5 milhões de assinaturas para reivindicar do governo do presidente Geisel o controle de preços, aumento salarial e políticas de emprego e renda, marcando a abertura política do Brasil, na era da ditadura.

 

 

Fundação do Partido dos Trabalhadores e as Diretas Já

No processo de redemocratização do país, em 1979, Pimentel atua fortemente na criação do Partido dos Trabalhadores. No início da década de 1980 participa do Movimento pelas eleições Diretas para presidente, as “Diretas Já”. E é a partir destes movimentos políticos que José Pimentel conhece, pessoalmente, o então líder sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva. 

Com a nova Constituição aprovada, o país vive a emoção da primeira eleição direta para presidente da República. Lula disputa sua primeira eleição, com o apoio militante de Pimentel.

Sindicato dos Bancários

Em 1988, Pimentel articula com diversos companheiros e companheiras o Movimento de Oposição Bancária (MOB) que vence as eleições para o Sindicato dos Bancários do Ceará e passa a ser um dos diretores sindicais mais atuantes da entidade.