ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

Pimentel comemora aniversário de 286 anos de Fortaleza

12/04/2012

SENADO FEDERAL                                                              SF - 1
SECRETARIA-GERAL DA MESA
SUBSECRETARIA DE TAQUIGRAFIA

 

O SR. JOSÉ PIMENTEL (Bloco/PT – CE. Pronuncia o seguinte discurso. Sem revisão do Orador.) – Sr. Presidente desta sessão, Srªs e Srs. Senadores, amanhã, dia 13 de abril, a nossa Vila da Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção da Capitania do Ceará completará 286 anos. É uma longa caminhada de uma cidade que nasceu ao lado de um forte, nas margens das praias do nosso Nordeste, da nossa Fortaleza, do nosso Estado do Ceará.
Essa cidade que hoje é a quinta cidade mais populosa do Brasil, com mais de 2,5milhões de habitantes, uma cidade acolhedora, uma cidade em que a sua população, os seus filhos, as suas filhas, os seus homens e suas mulheres são extremamente empreendedores, uma cidade que se caracteriza pelo setor de serviços, comércio, com forte presença no setor turístico, com atuação muito forte na geração de pequenos negócios. Já são mais de 210mil micro e pequenos empreendedores formalizados através do Simples Nacional.
Se pegarmos os últimos anos, Fortaleza tem sido a cidade do Nordeste que mais tem gerado emprego com carteira assinada. Esses dados do nosso IBGE, do nosso instituto de pesquisa demonstram exatamente essa preocupação que tem os nossos empresários, os nossos empreendedores, os nossos trabalhadores, o capital e o trabalho de reconhecer o direito dos trabalhadores, formalizando os seus contratos de trabalho e criando todo um tecido social para proteger o setor mais fraco do elo produtivo que são os trabalhadores. Exatamente essa cidade de serviços no comércio são os nossos cearenses e fortalezenses excelentes empreendedores no comércio.
 

Se observarmos a maioria dos centros urbanos brasileiros e várias outras praças, vamos encontrar muitos cearenses, seja na nossa Roraima, na região norte, cidades da região norte, da região nordeste, o sul brasileiro, sudeste, temos muitos cearenses com habilidade muito grande para atividade do comércio, dada suas características, a situação das cidades e o empreendedorismo que é nato daquele povo que batalha tanto numa região semi-árida, em que as chuvas no nordeste e no Ceará são mínimas.
Exatamente por isso uma das grandes dificuldades que tínhamos nos grandes projetos de investimentos de Fortaleza e do Ceará era a insegurança hídrica e que agora, Sr. Presidente, com a interligação das águas do São Francisco, um projeto que iniciou ainda
um projeto que iniciou ainda no segundo império, que o nosso Dom Pedro II dizia que entregaria, venderia a última pedra da Coroa para que o cearense não passasse mais sede.
Passado todo esse período, foi preciso eleger o nordestino que saiu de Pernambuco num pau-de-arara, que foi metalúrgico, se transformou em Presidente da República, para tirar do papel e tornar realidade esse fantástico projeto de integração nacional que são as águas do São Francisco e que tem no Estado do Ceará e na nossa Fortaleza um dos mais beneficiados. E, exatamente por isso, construímos, ainda por iniciativa na época em que o Presidente José Sarney era Presidente da República, o início de um dos maiores açudes do Brasil, que é o nosso Castanhão, que tinha como objetivo e tem como objetivo reter as águas do maior rio seco do Brasil, que é o nosso rio Jaguaribe, e ter ali um grande reservatório de água voltado para a região metropolitana, em especial a nossa Fortaleza.
 

Estamos concluindo a feitura dos canais, o chamado canal da integração do Castanhão até Fortaleza, que vai até outras cidades da região metropolitana, beneficiando e trazendo esta segurança hídrica. Portanto, essa cidade de serviços também tem uma presença muito forte no setor universitário. Se observarmos a nossa Universidade Federal do Ceará, a conhecida UFC, uma universidade com mais de 50 anos de existência, por ali passaram grande parte da mão de obra especializada, qualificada do nosso Ceará, e também grande parte daqueles que ontem estavam na vida política e que hoje dão continuidade.
 

Eu sou exemplo concreto. Fui aluno da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará e hoje, depois de 16 anos exercendo o mandato de Deputado Federal, que devo às famílias de Fortaleza e do Ceará, sou Senador da República e boa parte da minha formação intelectual devo a nossa Universidade Federal do Ceará, sem esquecer da nossa Universidade Estadual do Ceará, do Instituto Federal de Tecnologia, que ontem era nossa escola técnica. E um conjunto de universidades particulares, tendo a nossa Unifor, como eu diria, de todas elas, uma das mais importantes da nossa Fortaleza, do nosso Ceará. E esse conjunto de universidades, com a forte rede de ensino infantil, fundamental e médio, público e particular, tem permitido aos fortalezenses e aos cearenses participarem dos mais difíceis concursos do Brasil,
e sempre tirando excelentes notas, com presença significativa nos vários espaços da academia brasileira, seja como professores, como reitores, servidores públicos ou nas demais atividades que ali se propõem a desempenhar. E essa cidade, com 286 anos de existência, é exatamente o grande berço de todo esse conhecimento e de todo esse acolhimento.
A cidade hoje se caracteriza também como um grande centro de recebimento de pessoas da terceira idade. Estamos tendo no Brasil uma população cada vez mais envelhecida que, após sua aposentadoria, escolhe Fortaleza como centro para ter ali a continuidade de sua vida dada a qualidade do clima, do acolhimento e também da vinda de pessoas da terceira idade de vários outros países e que têm, em nossa Fortaleza, um grande centro de acolhimento desse segmento.
 

Não podemos nos esquecer também de que nossa Fortaleza foi selecionada entre as 12 cidades que vão sediar a Copa do Mundo de 2014 e tendo antes a Copa das Confederações agora em 2013. Exatamente com esse olhar a Prefeita Luizianne Lins, juntamente com nosso Governador Cid Ferreira Gomes, eles têm empreendido, ao lado do Governo Federal e da iniciativa privada, um conjunto de ações para que aquela cidade possa acolher esse grande evento nacional da melhor maneira, da melhor forma e com os melhores serviços. Exatamente por isso, nosso estádio Castelão é um daqueles que estão mais adiantados em sua reforma, em suas modificações, já ultrapassando a 60% da sua obra. Queremos, até final deste 2012, início de 2013, concluir esse importante equipamento para que a Copa das Confederações possa ter em Fortaleza um grande espaço para seu desempenho.
Lembro aqui de nosso velho Presidente Vargas, conhecido, carinhosamente, como PV. Esse é outro estádio, de responsabilidade da Prefeitura de Fortaleza, que já foi totalmente reformulado. É um estádio pequeno, mas muito acolhedor, onde realizamos nossos campeonatos estaduais e os campeonatos que a gente necessita naquela bela cidade.
Essa cidade também tem uma grande preocupação com a mobilidade urbana, como acontece com todos os grandes centros brasileiros. Ali, nossa Prefeita Luizianne Lins está desempenhando uma grande tarefa, um grande programa com nome de Transfor que consiste no alargamento de nossas ruas, de nossas avenidas, na recuperação das calçadas, na construção de ciclovias e de todos os espaços voltados para nossos filhos e filhas e também para os que visitam nossa bela cidade de 286 anos.
 

Por isso, Sr. Presidente, amanhã é um dia de festa em Fortaleza, é um dia de festa no Estado do Ceará, mas também um dia de festa para todo local onde haja um cearense. Por isso, venho aqui abraçar todos aqueles que vivem em nossa Roraima, que estão na região norte, fora do Ceará, mas principalmente aqueles que vivem em Fortaleza, já que essa cidade só se transformou em bela e acolhedora porque há homens e mulheres que nela trabalham e se dedicam com suas famílias.
 

Muito obrigado, Sr. Presidente.