ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

Datafolha tenta tirar Lula de pesquisa, mas tem de aceitar preferência popular

Datafolha tenta tirar Lula de pesquisa, mas tem de aceitar preferência popular

Publicado no dia 16 de Abril de 2018
Image
Foto: 
Ricardo Stuckert

Mesmo com prisão política de  Lula, o ex-presidente segue na liderança das pesquisas de intenção de votos. Segundo levantamento Datafolha divulgado neste domingo (15), traz Lula segue imbatível com 31% da preferência dos eleitores e eleitoras.

Para o PT, a definição de candidatura para as eleições de outubro de 2018 está clara: Lula será o nosso candidato aconteça o que acontecer. Por isso os acampamentos das vigílias estão em campanha por Lula livre e nas urnas. Ainda assim, dos nove cenários estudados, o instituto de pesquisas realizou seis deles sem o ex-presidente.

A manobra para tentar criar um imaginário em que Lula não esteja no pleito esbarra numa questão fundamental: a preferência popular.

Lula aparece com 30% e 31% das Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede) aparecem empatados com, respectivamente 17% e 15% a 16%. Ou seja: Lula tem o dobro das intenções de voto dos candidatos que, empatados, liderariam o pleito se ele é retirado artificialmente da disputa.

Ciro Gomes (PDT) alcança 9% em todos os cenários sem Lula, empatado com o governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB), que oscila entre 7% e 8%. Manuela D’Ávila (PCdoB) aparece com até 2% e, Guilherme Boulos(PSOL), 1%.

Nos cenários para o segundo turno, Lula segue imbatível, com de 46% a 48% das intenções de voto.

A pesquisa, realizada entre quarta (11) e sexta (13), entrevistou 4.194 pessoas em 227 municípios, e não permite a comparação entre levantamentos por conta da diferença de cenários avaliados.

Ipsos mostra aumento na percepção da perseguição jurídica a Lula

No sábado (14), pesquisa Ipsos divulgada por “O Estado de S. Paulo” trouxe a informação de que 52% da população acredita que a Operação Lava Jato não está investigando todos os políticos, e apenas 43%, o mínimo histórico atingido, avalia que ela investiga todos os partidos. Para 95% isso deveria acontecer.

A pesquisa trouxe ainda o dado de que a perseguição jurídico-midiática ao ex-presidente Lula tem se tornado cada vez mais flagrante. A maioria dos entrevistados, 55%, concordam com essa avaliação. Além disso, 73% das pessoas concorda com a frase “Os poderosos querem tirar Lula das eleições”.

Nessa pesquisa, é apresentada aos entrevistados uma série de frases com as quais devem concordar ou discordar. O levantamento foi feito entre sábado (7) e domingo (9) com 1.200 pessoas e margem de erro de 3% para mais ou para menos.

Da Redação da Agência PT de Notícias

Fonte:
Site do PT

VEJA TAMBÉM

13/12/2018

O candidato do PT nas eleições de 2018, ...

13/12/2018

A habilidade para o diálogo e a disposição para construir consensos são características importantes na atuação do senador José Pimentel, em oito anos de mandato. Essas marcas estão destacadas no...