ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

Alteração do Simples no Senado prejudicará empresas com maior faturamento, diz Pimentel

Alteração do Simples no Senado prejudicará empresas com maior faturamento, diz Pimentel

Publicado no dia 24 de Junho de 2016
Image

"Se o relatório da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) for aprovado como está, as empresas com maior faturamento terão dificuldade de permanecer no Simples". A afirmação é do senador José Pimentel (PT-CE), ao participar, nesta sexta-feira (24/6), do IX Encontro Estadual das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Ceará (FestMicro), no Centro de Negócios do Sebrae, em Fortaleza.

Segundo Pimentel, o projeto (PLC 125/2015 – Complementar) aprovado pela Câmara dos Deputados no ano passado, com apoio da presidenta Dilma Rousseff, manteve a atualização das faixas de enquadramento do Simples Nacional pela inflação. No mesmo ano, o texto foi aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, sem modificações.

De acordo com José Pimentel, ao chegar ao Plenário, nesta semana, a relatora do projeto, senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), apresentou modificações ao texto, retirando a atualização da inflação e aumentando a carga tributária para a faixa mais elevada do simples (acima de R$ 3,6 milhões até R$ 4,8 milhões), nos setores do comércio, indústria, serviços e prestadores de serviços. "Não querem aumentar os impostos das grandes empresas, mas querem aumentar os das pequenas empresas, que geram mais emprego. Essa alteração vai prejudicar a permanência desses grupos no Simples".

Quando for aprovada no Senado, a nova redação do projeto voltará à Câmara dos Deputados. “Vamos trabalhar para que o texto aprovado pela Câmara seja mantido, fazendo justiça aos empreendedores desta faixa do Simples”.

A presidente da Femicro-Ce, Dalvani Mota, ressaltou que neste momento de crise econômica é importante que os micro e pequenos empreendedores recebam mais apoio e incentivos, e não retrocessos. "Queremos mais acesso ao crédito e a políticas públicas. Não precisamos de arrocho e sim de mais apoio. Pois é este setor que mais movimenta a economia e gera mais empregos", disse a presidente.

FestMicro

O FestMicro foi organizado pela Federação das Associações de Microempresas e Empresa de Pequeno Porte no Ceará (FEMICRO-CE).