ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

A CPI é pra valer

Jornal O Povo

A CPI é pra valer

A corrupção e o crime organizado já prejudicaram o desenvolvimento de muitas nações. O Brasil tem sido implacável no combate a essas práticas. Desde 2003, no governo Lula e, atualmente, com a presidente Dilma, decidiu-se por fortalecer as instituições, como a Polícia Federal, a Controladoria Geral da União, a Justiça Federal e os demais órgãos de fiscalização e controle. Livres de interferência direta, sem proteger ou perseguir ninguém, esses órgãos agora agem tecnicamente na fiscalização, identificação e punição daqueles que se desviam do caminho. É nesse contexto que vem a CPI Mista do Cachoeira - uma decisão exclusiva do Poder Legislativo.

A CPI é para valer, foi assinada por 72 senadores e 396 deputados. Os limites da Comissão foram definidos em acordo de líderes, envolvendo os partidos da base e da oposição. Pretende-se investigar as práticas criminosas desvendadas pelas operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal, envolvendo o contraventor Carlos Cachoeira, agentes públicos e privados. Queremos investigar também o esquema de interceptação e monitoramento ilegal feito pelo contraventor. Pelos dados que vazaram dos inquéritos, supõe-se uma rede de espionagem montada para derrubar autoridades e servidores públicos, visando a expansão de negócios criminosos.

O Brasil já avançou muito no combate ao crime organizado, mas ainda há um longo caminho. No dia 10, uma comissão do Senado aprovou meu parecer ao Projeto de Lei do Senado 209/03, que equipara a lei brasileira a dos países mais avançados no combate a crimes de lavagem de dinheiro. Também precisamos dar seguimento ao projeto de iniciativa do Executivo que criminaliza o corruptor.

Vivenciamos um processo muito importante para o Brasil. Se não conseguimos enxergá-lo por inteiro é porque estamos inseridos no contexto de mudanças profundas e necessárias. Mas estou convencido de que as futuras gerações serão as grandes beneficiárias dessa nova nação, que é de todos e não de poucos.

 

José Pimentel

Senador (PT-CE) e membro titular da CPI Mista do Cachoeira