ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

Ciência sem Fronteiras tem mais 500 bolsas de estudo para universidades tecnológicas do Canadá

Ciência sem Fronteiras tem mais 500 bolsas de estudo para universidades tecnológicas do Canadá

Publicado no dia 14 de Dezembro de 2011
Image

Entre os editais lançados nesta terça-feira (13/12) pelo programa Ciência sem Fronteiras, um deles prevê a concessão de 500 bolsas de estudo para alunos da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica do Brasil. Eles passarão um ano nas universidades tecnológicas do Canadá para aperfeiçoamento do idioma, aulas na área específica do estudante e estágio. Com isso, chega a 13 mil o número de bolsas do programa Ciência sem Fronteira nesta primeira fase.

Na chamada pública Curso Superior de Tecnologia Sanduíche no Canadá (Tecnólogo Sanduíche), a seleção dos alunos será feita pelas instituições de destino. O candidato, depois de pré-selecionado pela instituição, deverá se inscrever no site do Programa Ciência sem Fronteiras, por meio do formulário on line disponível no site www.cienciasemfronteiras.gov.br.

“No Ciência sem Fronteiras, a relação é direta com o estudante. Isso a presidenta desde o início estabeleceu com muito rigor. Nós queremos os melhores estudantes do Brasil”, disse o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante.

As inscrições para os tecnólogos interessados em estudar no Canadá estarão disponíveis entre os dias 2 e 30 de janeiro de 2012 para dez áreas: controle e processo industriais, informação e comunicação, produção industrial, infraestrutura, tecnologia de defesa, produção alimentícia, design de produto, recursos naturais, tecnologia de segurança pública e saúde. O resultado do processo de seleção será divulgado em 17 de abril e as aulas de aperfeiçoamento do idioma começam em junho. Mais informações podem ser obtidas pelo email
tecnologo.canada@cienciasemfronteiras.gov.br. O estudante também pode telefonar para 0800 616161.

Os outros editais lançados pela presidenta Dilma vão beneficiar 12,5 mil estudantes de graduação com bolsas de estudo na modalidade “sanduíche”, quando o aluno retoma os estudos na sua universidade de origem um ano depois de cursá-lo em uma instituição de ensino do exterior. As oportunidades previstas nesses editais têm como destino universidades dos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Itália e França.

No total, o Ciência sem Fronteiras vai oferecer, até 2014, 101 mil bolsas para que estudantes e pesquisadores possam aprimorar seus conhecimentos nas melhores universidades do mundo.

Fonte: Blog do Planalto